Parabéns Bia

Faz hoje 11 anos que nasceste. Uma congeminação ao meu redor levou a que te conhecesse só no dia em que te fui buscar. Fiz o que diz a ciência, os livros, os entendidos: 

- Não és tu que escolhes o cão. O cão é que te escolhe a ti. 

Lembro-me como se fosse hoje o cheiro a cachorro quando te peguei ao colo e te trouxe para casa. Os primeiros dias difíceis, fazer pouco barulho para não te acordar, as primeiras consultas no Afonso. Não me lembro onde demos o primeiro passeio mas já fomos a muitos lugares. Hoje, com onze anos levamos já na conta 10 anos, 10 meses e 2 dias de vida em comum, interrompido por viagens ao estrangeiro, a Lisboa, ao Algarve, ao Alentejo. Impressionante como o tempo corre e caminhamos os dois para a idade sénior. São já algumas noites sem dormir, assisti à remoção do tumor que não passou felizmente de um susto. Houve entretanto uma piómetra e uma pancreatite. Doenças começadas por P não é difícil saber que enquanto ser humano és do Porto. Se possível fica mais onze anos. Ainda temos muito mundo para ver. 





Share:

0 comentários