Helena Kendall estreia-se a solo no Porto

"... Pelas vinhas junto ao céu..." foram as primeiras palavras a ecoar naquela sala antiga da cidade do Porto. Aos 6 de Julho, o Passos Manuel recheou-se de famílias, amigos, admiradores e alguns curiosos anónimos para ouvir o primeiro naipe de canções que a jovem Helena Kendall escreveu entre Porto, a região do Douro e Cabo Verde. Em palco inicialmente na companhia do seu produtor e guitarrista amigo João Nuno Kendall, Helena mostrou-se capaz de colar os presentes à sua voz e à roupa escolhida para o momento, roupa escura criando assim com a voz doce e naturalmente rouca um ambiente tranquilo. Depois de um duo foi a vez de subirem ao palco Francisco Pinheiro na guitarra, João Mascarenhas nas teclas, Bruno Oliveira na bateria e Ginho Marques no baixo. 

Entre o nervoso miudinho de um concerto em sala fechada em silêncio, foi-se mostrando cada vez mais desprendida tendo inclusivamente provocado gargalhadas quando se referiu à pessoa do Obama que fez da cidade do Porto e a zona do Coliseu a mais segura do mundo naquele dia. 


O concerto com uma duração simpática - mais de uma hora de canções num português que é cada vez mais difícil encontrar: canções com conteúdo. A escrita da Helena Kendall e o cunho pessoal para uma vertente que vende entre a balada mais ritmada e os ritmos de Cabo Verde com o ukelele fazem do projeto uma quase certeza. A Helena fez um pedido de apoio para a gravação e conseguiu graças a muitos amigos e desconhecidos na plataforma PPL. Gravou o vídeo em Espinho no espaço B Social - Backdoor Garage - onde se apaixonou pelos amplificadores Marshall disponíveis e pelas motas, conduz uma Suzuky nos asfaltos do Porto. 





Em 2010 , na mesma sala , Miguel Araújo subia ao palco para mostrar canções deixadas na gaveta escritas na época da faculdade e a verdade é que 8 anos depois fez vinte e oito concertos com o seu amigo António Zambujo nos Coliseus de Lisboa e Porto. Com direito a encore com um dos temas que fará parte do disco "Woody" despediu-se agradecendo a várias pessoas que têm sido fundamentais para o seu crescimento, não só como música mas também como mulher. 


"Nha amig" tema composto na ilha do Sal - Cabo Verde

No final do concerto todos fizeram parte do momento da fotografia com os artistas e fizeram questão de cumprimentar a Helena ou HK bem mais descontraída e sorridente. A noite do Porto lá fora seguiu mas os que lá permaneceram deram o tempo por bem empregue.






Share:

0 comentários